Tradutor do Blog

quarta-feira, 11 de junho de 2014

PASTOR EVANGÉLICO É QUASE LINCHADO POR CATÓLICOS NO SERTÃO DA PARAÍBA... (COM VÍDEO)


















PASTOR QUE APOIA EVANGÉLICOS ACUSADOS DE URINAR EM IMAGEM  É QUASE LINCHADO POR CATÓLICOS NO SERTÃO DA PARAÍBA E SAI ESCOLTADO PELA POLÍCIA

Na noite do último domingo (8) dezenas de católicos se reuniram em Carrapateira, sertão da Paraíba, para se manifestar contra o pastor Luiz Lourenço, mais conhecido como Pastor Poroca.
O religioso, famoso naquela região, é apontado como o incentivador de um grupo de evangélicos que urinou e queimou uma imagem de Nossa Senhora.
Poroca foi até a cidade de Carrapateira, na região de Cajazeiras, para prestar apoio aos fiéis de sua igreja, a Igreja Pentecostal Rios de Águas Vivas, que são apontados como autores da destruição da imagem.
Um carro da polícia do 14ª Batalhão Militar precisou escoltar o religioso, mas nem a presença dos guardas afastou a multidão que estava pronta para atacar o pastor. Segundo relatos do jornal Diário do Sertão, os católicos estavam reunidos na porta da igreja evangélica e os ânimos estava “inflamados” por conta da presença do pastor Poroca.
Os populares vaiaram e gritavam palavras de ordem contra o evangélico. “Revoltado, o pessoal colocou o pastor para ir embora. Ele foi embora abaixado dentro da viatura, sob intensas vais”, disse uma testemunha ao Diário do Sertão. “Se tivesse ficado um pouco mais o povo ia linchar ele”, garantiu outra testemunha.

Por:  Leiliane Roberta Lopes

ASSISTA O VÍDEO:
  

 ***


Jovem quebra imagens de igreja católica e corre para templo da Universal

O padre relatou o caso no Facebook afirmando que perdoava o rapaz

De acordo com o jornal Extra um jovem de cerca de 18 anos entrou na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição e São José, em Montes Claros (MG) e destruiu sete imagens de santos.
Jovem quebra imagens de igreja católica e corre para templo da Universal
Os santos ficaram destruídos na igreja em Montes Claros 
O atentado aconteceu na última terça-feira (10) por volta das 11h. A assessoria de imprensa da igreja contou que o garoto chegou com algumas pedras nas mãos, um vigia tentou impedi-lo de entrar, mas ele começou a atacar as pedras e saiu correndo para dentro do templo.
Foi então que ele começou a destruir as imagens de santos que estavam na igreja, no total foram sete imagens destruídas: Santo Agostinho, Santa Mônica, São Sebastião, Cristo Crucificado e anjos.
Seis padres estavam em uma reunião do clero naquele horário e saíram para ver de onde vinha o barulho, eles correram atrás do rapaz que tentava fugir e segui-lo até uma Igreja Universal do Reino de Deus que fica na mesma rua da igreja católica.
O rapaz disse que era membro do grupo de jovens da IURD, mas não revelou seus motivos para entrar na igreja católica e destruir as imagens.
Pelo Facebook o padre Antônio Brígido de Lima contou o que aconteceu e revelou que não irá acusar todos os evangélicos e que a igreja já perdoou o jovem.
“Esse irmão destruiu nossas imagens, mas não destrói a nossa fé. (…) Não acusemos de forma alguma evangélicos, pois nós conhecemos sérios irmãos evangélicos, sérios pastores que não pregam desrespeito e violência. Que seja investigado, que seja aplicada a lei e que esse irmão receba de nós, católicos, o perdão.”
Por:  Leiliane Roberta Lopes

***


(Postado por: MARCOS MARCELINO)














Nenhum comentário:

Postar um comentário