Tradutor do Blog

domingo, 22 de dezembro de 2013

FAMÍLIA: 'TUDO É dEle'



Por: Pr. Rogério Postigo 

Conta-se  que, no século 12, durante as cruzadas, os integrantes dos exércitos cristãos costumavam contratar mercenários pagãos para lutarem em seu lugar. Porém, antes de enviá-los às batalhas, os cruzados insistiam em batizá-los, afim de que se tornassem "cristãos". Fontes históricas informam, entretanto, que, ao serem imersos nas águas do batismo, os mercenários mantinham sua espadas em punho fora d'água, como se dissessem: "Que Deus tenha controle de tudo em minha vida, exceto da minha espada, pois dela cuido eu".

Tenho a impressão de que o mesmo comportamento daqueles mercenários pode ser observado em boa parte das famílias da atualidade, no que diz respeito à vida financeira. É como se dissessem; "Jesus pode ser o Senhor de tudo em minha vida, exceto  de meu dinheiro, pois tenho capacidade de lidar com ele por mim mesmo". Isso é uma grande mentira! 

Enquanto o homem não reconhece o senhorio de Cristo sobre todas as áreas de sua existência e entrega a Ele o domínio de tudo, inclusive de suas finanças, viverá aquém do que o Criador planejou. Como consequência dessa atitude, ele estará permanentemente descontente com a sua própria vida e com o que possui,

Certo dia, eu estava assistindo a um filme com meus filhos, a atitude de um dos personagens, um adolescente, me chamou a atenção. A família desse rapaz estava de mudança para o interior, uma fazenda, onde não havia luz, internet, telefone ou qualquer tecnologia. O jovem ao tomar conhecimento do fato. entrou em crise e exclamou: "Não vou sobreviver em um mundo assim!". Muitas pessoas pensam da mesma forma; acredita que nada terá sentido se não tiverem acesso imediato à última tecnologia lançada no mercado. Por causa disso, o número de cidadãos endividados cresce cada vez mais, pois o mundo capitalista não para de produzir novidades e "dizer": "Você precisa possuir esse modelo de celular [ ou qualquer outro artefato] de última geração".

Entrega total - No entanto, é possível fugir das armadilhas do consumismo. Basta reconhecer que o Senhor tem domínio de absolutamente tudo que há no mundo, inclusive de seus bens e suas finanças. Veja o que diz a Palavra de Deus: Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habita (Sl 24.1); Também, a terra não se venderá em perpetuidade, porque a terra é minha (Lv 25.23a); Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos (Ag 2.8); [...] porque tudo quanto há nos céus e na terra [...]. E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e dar força a tudo (1Cr 29.11,12)

Há outros textos que poderíamos citar. Contudo, esses são suficientes para que entendamos que tudo é de Deus. Aleluia! Ele é o Senhor, e não há outro!

Entretanto, não é assim que vemos as coisas, pois, desde pequenos, dizemos: "Minha mãe, meu pai, meu brinquedo". E ao crescermos, mantemos o mesmo discurso: "Minha vida, meu cônjuge, meu carro, minha casa". Achamos que tudo é nosso e existe por nossa causa. Porém, como já foi mencionado anteriormente, precisamos fazer de Deus o Senhor de todas as áreas de nossa vida, e a Palavra de Jesus, nesse caso, é renúncia; Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo (Lc 14.33).

Deixe o controle da sua vida nas mãos do Senhor. Você sentirá como se um peso saísse de seus ombros, dormirá melhor e experimentará a provisão do Pai. Entregue seu viver, sua família, suas finanças, seu presente e seu futuro Àquele que o ama e que, com certeza, irá ajudá-lo a conquistar a vitória, porque tudo é dEle (Rm 11.36).


***
Pr. Rogério Postigo é advogado e líder estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD) no Rio de Janeiro, e tem uma coluna chamada "FAMÍLIA" na RevistaGraça/Show da Fé - Graça Editorial.









(Postado por: MARCOS MARCELINO)












Fonte: Revista Graça/Show da Fé





Nenhum comentário:

Postar um comentário