Tradutor do Blog

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

PERCORRENDO OS SALMOS: 'AMOR SEM MEDIDA'





Pois quanto o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem.
Quanto está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.

SALMO 103.11,12


    Davi não era astrônomo nem geógrafo, mas certamente foi inspirado pelo Espírito Santo. Buscando algum padrão de medida para expressar a magnitude do amor de Deus, e ele o compara à altura dos Céus.

    Hoje, podemos entender melhor que Davi o significado das palavras que ele mesmo escreveu. Os astrônomos têm nos revelado um sem-número de galáxias, todas bem maiores que a nossa. Os fatos que eles têm apresentado são tais, que o nosso intelecto nem pode compreendê-los.

    Assim é a misericórdia e o amor divinos. Além do que a nossa mente finita consegue absorver, resta uma vastidão que ultrapassa a nossa imaginação.

    Davi, então, descreve a maneira de Deus lidar com nossa culpa: Quanto está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões. Como devemos ser gratos por Davi não ter usado como padrão a distância norte-sul. A distância é finita, passível de ser medida, mas o percurso entre o leste e o oeste é infinito. Não importa o quanto andarmos para o leste, ainda teremos uma distância infinita a seguir. O mesmo ocorre na direção inversa.

    É assim que o Altíssimo trata a nossa culpa uma vez nos tendo perdoado. Ele remove para tão longe de nós que nunca mais nos aproximamos dela. Como seria tolice da nossa parte, então, preocuparmo-nos ou condenarmo-nos pelo que o próprio Deus colocou muito além do nosso alcance!


RESPOSTA DE FÉ

Eu aceito o amor do Senhor em toda a sua vastidão e Seu perdão em sua totalidade.


***

(Postado por: MARCOS MARCELINO)







"Texto copiado do livro de Derek Prince *Percorrendo os Salmos" (Graça Editorial)






Nenhum comentário:

Postar um comentário