Tradutor do Blog

terça-feira, 16 de julho de 2013

PERCORRENDO OS SALMOS: 'PORTAS DO LOUVOR'



Entre por suas portas com ações de graças, e em seus átrios, com louvor, deem-lhe graças e bendigam o seu nome

Pois o SENHOR é bom e o seu amor leal é eterno; a sua fidelidade permanece por todas as gerações.

SALMO 100.4,5 (NVI)


    Como é importante para cada um de nós saber como entrar na presença de Deus! No entanto, de que maneira entramos em Suas portas e em Seus átrios?

    O salmista revela o caminho designado por Deus: com ações de graças, e em Seus átrios, com louvor. Somente quando chegamos a Ele com ações de graças e louvor é que temos acesso à Sua presença.

    O profeta Isaías compara a presença do Todo-Poderoso entre o Seu povo a uma cidade, com relação à qual ele afirma: Aos teus muros chamarás salvação, e às tuas portas, louvor (Is 60.18b). A única passagem por esses muros de salvação é pelas do louvor. A menos que aprendemos a nos aproximar de Deus com louvor não termos acesso à Sua presença.

    Confrontados com essa exigência, algumas vezes somos tentados a olhar à nossa volta e dizer: "Mas o que será que tenho para agradecer a Deus? Pelo que devo dar-lhe louvor?". Pode não haver nada na nossa circunstância imediata que pareça dar-nos razão de agradecer ou louvar a Deus. Por isso, o salmista vem ao nosso auxilio, dando-nos três razões para agradecer e louvar, que independem das circunstâncias. Em primeiro lugar, o Senhor é bom; em segundo, Seu amor é eterno; e em terceiro, Sua fidelidade vai de geração em geração. As três são fatos eternos, imutáveis. Se realmente cremos nelas, não temos alternativa a não ser louvar o Senhor por elas continuamente! 



RESPOSTA DE FÉ


Creio na bondade, no amor e na fidelidade imutáveis de Deus e nunca cessarei de louvá-Lo por eles.





"Texto copiado do livro de Derek Prince * Percorrendo os Salmos" (Graça Editorial)



Nenhum comentário:

Postar um comentário