Tradutor do Blog

quarta-feira, 17 de julho de 2013

CRISTÃO PODE SER POSSUÍDO POR DEMÔNIOS?




"Ontem fiquei muito confusa na igreja. Vi uma pessoa que eu conhecia e que considero como sendo cristã ficando possessa por um espírito maligno. Por que isso acontece? É por causa de algum pecado na vida dela? Já ouvi pregações de que o cristão não fica possuído por demônios. Como explicar isso biblicamente? Estou muito confusa!"



Cara leitora, esse assunto causa mesmo muita confusão no meio cristão. Mas não há motivo para se desesperar. Isso porque considero que a Bíblia nos dá respostas bastante claras sobre essa questão.

Em primeiro lugar você está certa em dizer que o cristão não fica possesso por espíritos malignos. A Bíblia é clara e diz que “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca.” (1 João 5.18). Observe que existe uma limitação do maligno em relação ao que “nasceu de Deus”. Isso significa que Deus limitou o poder de ação do maligno em Seus filhos.

Outros argumentos a favor disso são que o crente é mostrado na Bíblia como sendo de propriedade exclusiva de Deus (1 Pedro 2.9). Não dá para imaginar o diabo possuindo uma propriedade exclusiva de Deus. O crente também é chamado de santuário e morada de Deus (1 Coríntios 3.16). Não dá para imaginar que a morada e o santuário de Deus seja possuído por um espírito maligno. Além de tudo isso, não temos um único caso registrado na Bíblia de um servo de Deus ficando endemoninhado. Assim, a Bíblia nos dá elementos suficientes para afirmarmos que o crente verdadeiro não fica endemoninhado.

Mas aqui surge uma questão: Como, então, o diabo age na vida do crente?

A Bíblia também é clara sobre isso quando diz que o crente pode ser tentado, ludibriado, enganado pelo maligno:Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar” (1 Pedro 5.8). Em 2 Coríntios 11.14 nos é revelado que o próprio diabo pode se transformar em anjo de luz. Em Marcos 13.22 vemos que surgirão falsos cristos e falsos profetas, guiados por demônios, buscando enganar até os eleitos de Deus. Essa é a esfera de ação – possível – do maligno na vida do crente.

Mas como explicar esse seu amigo que ficou endemoninhado mesmo sendo crente?

Na realidade, quem pode determinar que alguém é um crente verdadeiro? Em última instância, só Deus pode dizer claramente e definitivamente. Nós temos uma ideia, avaliamos baseados em alguns parâmetros – falhos – se uma pessoa é ou não crente, mas não podemos ter certeza absoluta.

No caso de uma pessoa que ficou possuída – de verdade – por demônios, fica evidente que não havia uma conversão verdadeira ali. Essa pessoa precisa compreender melhor a questão da conversão em sua vida e entregar verdadeiramente sua vida ao senhorio de Jesus Cristo.



Por: André Sanhes






***




Fonte: Blog/Esboçando Idéias 





Nenhum comentário:

Postar um comentário