Tradutor do Blog

terça-feira, 14 de maio de 2013

JOGADOR TIM TEBOW, BOICOTE POR SER EVANGÉLICO?

Excesso de exposição 'queima o filme' do astro da NFL Tim Tebow, ou perseguição por ser evangélico


Tim Tebow 
Para quem não se lembra, Tim Tebow é o jogador evangélico de futebol americano que fez muito sucesso nas últimas temporadas da NFL, a liga profissional que cuida do esporte nos Estados Unidos.

Conhecido por sua fama de bom moço cristão que faz questão de mostrar ao mundo a sua fé, Tim Tebow não é exatamente um "craque" no sentido que damos aos nossos jogadores de futebol.

Ele é um jogador mediano, um bom quarterback, que, num resumo muito sofrível, é o zagueiro que recua durante as formações de ataque para lançar a bola a alguém em condições de marcar o touch-down, o "gol" do futebol americano.

Tebow "estourou" em 2011, jogando pela equipe do Denver Broncos, levando o time a inéditas vitórias nos playoffs, mas mesmo assim foi transferido ao New York Jets em 2012, onde não obteve o mesmo sucesso, mas continuou sendo um fenômeno de mídia, com todas as atenções voltadas a ele.

Entretanto, no dia 29 de abril de 2013, o New York Jets decidiu não renovar o contrato do jogador evangélico, colocando-o em disponibilidade, o que tem causado controvérsia nos meios esportivos e religiosos dos EUA.

Afinal, não é todo o dia que um clube (no caso do futebol americano, uma "franquia") dá adeus ou bate a porta na cara de uma celebridade.

Como - surpreendentemente - nenhuma equipe da liga se dispôs a contratar Tim Tebow, suspeita-se que esteja em curso uma espécie de boicote ao jogador, seja pelo fato dele ser cristão assumido num país cada vez mais secular, seja por toda a repercussão e o séquito de fãs que inevitavelmente vem junto com ele.

Um treinador da NFL que pediu anonimato teria dito a Michael Silver da Yahoo! Sports, no dia 8 de maio de 2013, que "ninguém quer enfrentar aquele circo", entendendo-se por "circo", no caso, o fã-clube de Tebow não só no meio esportivo, mas sobretudo evangélico, ao estilo de um culto de fanáticos.

O atleta tem mantido silêncio sobre o futuro de sua carreira, evitando se manifestar em entrevistas ou nas redes sociais. Mesmo na frente de 3.000 pessoas do Lake Michigan College, numa aparição pública no dia 9 de maio de 2013, Tebow preferiu não dar nenhuma pista sobre que caminho deverá seguir daqui para frente.

Talvez seja apenas um paço estratégico para evitar ainda mais especulação sobre a situação incômoda e assim poder planejar melhor o futuro, no seu twitter - ontem - segunda-feira (13) foi tuitado a transcrição de Provérbio 3: 

Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes em teu próprio entendimento 

6 Reconheça-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.




Resta saber se a NFL vai resistir a pressão dos fãs de Tim Tebow. Quem viver verá!



(Informações: Christian Today e Christian Science Monitor)

***




LEIA TAMBÉM:









Fonte: O contorno da sombra





Nenhum comentário:

Postar um comentário