Tradutor do Blog

sábado, 27 de abril de 2013

THALLES, PREGADOR LUO E RODOLFO ARANTES, (ENTREVISTA)

"Religiosidade atrapalha tudo": Rodolfo Arantes, Thalles Roberto e Pregador Luo falam sobre música gospel e crescimento evangélico


                        

Três dos principais cantores cristãos do Brasil concederam uma entrevista ao portal UOL sobre a música gospel no país e o contexto evangélico.

Rodolfo Arantes, Thalles Roberto e Pregador Luo falam sobre o policiamento interno no meio evangélico, a abertura da mídia para a música cristã e a existência de "pessoas mal intencionadas" nas igrejas.

"Somos referência hoje, musical, pra todo mundo, porque a nossa música, desde os Estados Unidos, desde os anos 60,70,80, a música negra norte-americana nasceu dentro da igreja. Então, com isso se fortalecendo no Brasil, continuamos sendo referência para a música sertaneja, pop, jazz, blues, rock", disse Thalles Roberto.

Sobre a expansão de público que os artistas cristãos tem conquistado, Pregador Luo afirmou que trata-se de uma oportunidade: "Num determinado momento a música evangélica foi direcionada somente para os evangélicos, e hoje a gente tem pessoas de diversas culturas, religiões, filosofias, de vida diferente, que acabam se sentindo tocadas."

Rodolfo Arantes afirmou que foge "completamente do rótulo artista gospel", pois ao seu ver é inadequado: "Isso é pra matar. Cantor gospel. Pelo amor de Deus. A Bíblia não me chama disso", afirmou.

Sobre a religiosidade, que leva a uma situação de extremismo, os entrevistados foram unânimes em reprovar essa postura: "Acho que nós não podemos ser chatos. Tem gente que é chata, entendeu? Tem religioso que é chato. O cara quer imprimir em você a verdade dele, sem antes te convencer", criticou Thalles.

"Acho que a religiosidade atrapalha em tudo", disse Luo. "O Evangelho de Cristo, e qualquer coisa que seja feita, tem que ser temperado. Tudo que é forçado, tudo que é demais [...] acaba ficando chato", completou Thalles.

Rodolfo afirmou que "se torna impossível ter um relacionamento com Deus se você tem a religiosidade como base", e ressaltou que é necessário haver mudanças: "Você cumprir um livro de regras pra ser justo? Eu não creio nisso."

A respeito do crescimento evangélico no Brasil, o rapper Pregador Luo resumiu dizendo que "como em tudo lugar, existe um número muito grande de pessoas mal intencionadas", que usam a fé para outros afins: "Estão preocupados de fazer de suas igrejas, massa de manobra eleitoreira, massa de manobra política, estão preocupados em juntar tesouros na terra."


Por: Tiago Chagas


***


Confira abaixo, a íntegra da entrevista concedida pelos cantores ao portal UOL:

ASSISTA O VÍDEO
                           
                          Duração: 8:36
                       







Fonte: Gospel +




         

Nenhum comentário:

Postar um comentário