Tradutor do Blog

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

FAMÍLIA: 'LEVANTA-SE!'


Por: Pastor Rogério Postigo


E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então, arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração (Gênesis 6.5,6)

Esse relato descreve como se encontrava a Terra na época de Noé. A humanidade estava tão violenta e corrompida naqueles dias que Deus Se arrependeu de ter criado o homem e planejou um recomeço. Entretanto, é preciso ressaltar que essa nova chance concedida à raça humana somente foi possível porque Noé achou graça aos olhos do Senhor, visto que era justo, reto e cria nEle. Da mesma forma, para que o Altíssimo possa restaurar a história da nossa família, Ele precisa encontrar, pelo menos, uma pessoa que creia em Seu poder.

Para entendermos melhor esse assunto, vamos a outra passagem bíblica: o capítulo 27 de Atos dos Apóstolos. Esse texto fala sobre a viagem do apóstolo Paulo à Itália a fim de cumprir o propósito divino de anunciar o Evangelho em Roma. Durante a navegação, um pé de vento chamado Euroaquilão arrebatou o navio, que ficou à deriva. Assim acontece com muitas famílias - um casamento que ia bem até que, de repente, passou por um momento de crise; ou o filho estudioso, sempre tão pacato, o qual, de uma hora para a outra, começou a apresentar um comportamento diferente.

Mesmo tendo marinheiros experientes, o capitão, não sabendo mais o que fazer, em uma atitude de desespero, decidiu lançar ao mar as bagagens mais pesadas. Muitos também agem de forma intempestiva em situações de nervosismo e descarregam o coração cheio de mágoas e sentimentos malignos, fazendo declarações como: " Não sei por que me casei" ou "você não devia ter nascido". A esperança de quem ouve palavras como essas se desvanece, pois não é fácil suportar tais humilhações.

Permanecendo de pé - Entretanto, nas ocasiões de crise, é extremamente importante que alguém se levante crendo que, em Deus, há solução. No relato de Atos 27, Paulo cumpriu esse papel (v.22), pois o Senhor havia-lhe falado que, independentemente das circunstâncias, ele chegaria ao seu destino. Logo, se o Pai tem falado ao seu coração, não esmoreça nem se deixe enganar pelo diabo, mesmo que algum familiar lhe diga: "Não adianta orar por mim, pois nada vai mudar".

O inimigo deseja que você enxergue apenas a tempestade; porém, enquanto houver fôlego de vida, haverá salvação, e a Palavra que sair da boca do Altíssimo não voltará vazia. Portanto, creia no que Ele diz: Eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo (At 27.24b).

Para continuar de pé, Paulo permaneceu crendo que tudo aconteceria como o Todo-Poderoso tinha prometido, embora a tempestade tenha levado 14 dias para se dissipar, Em dado momento, ele ainda exortou os 276 homens que estavam a bordo a se alimentarem, e o ânimo voltou para todos. Chamo a sua atenção para o fato de que não é apenas o alimento físico que devemos comer, mas também o pão espiritual. Se você é a pessoa que se levantou na sua casa para a concretização da obra divina, reparta o pão que Deus lhe der. Noé e Paulo venceram e levaram a salvação aos seus. Faça o mesmo e você vencerá!


***



Pr. Rogério Postigo é advogado e líder estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus no Rio de Janeiro, tem uma coluna chamada "FAMÍLIA", na Revista Graça/Show da Fé.



Fonte: Revista/Graça Show da Fé



Nenhum comentário:

Postar um comentário