Tradutor do Blog

sábado, 12 de janeiro de 2013

FAMÍLIA: O MEU LAR FLORESCERÁ!


Por: Pr. Rogério Postigo


A casa dos ímpios se desfará, mas a tenda dos retos florescerá (Pv 14.11). Lendo um texto como esse, conseguimos entender porque tantas famílias estão destruídas pelas drogas, pela prostituição e por tantos outros males. Há alguns dias, assistindo um telejornal, senti imensa tristeza ao ver uma senhora dizer que suas quatro filhas haviam-se envolvido com drogas. Enquanto aquela mulher, em entrevista a um repórter, falava que as jovens deveriam estar na escola e que, por vezes, havia batido nelas na tentativa de discipliná-las, os policiais colocavam algemas em uma delas, a qual, chorando, implorava: "Mãe por favor me ajude!".

É triste ver uma cena dessas, mas, quando se pratica a pior das perversidades, que é o desprezo pela Palavra de Deus, a destruição é inevitável. Por outro lado, segundo o autor de Provérbios, a tenda do justo, que deveria ser mais frágil de que uma casa, Florescerá, pois ali se respeita o Senhor.

Creio que aquela mãe não queria ver sua filha sendo levada para um abrigo de menores; porém, só o conhecimento do Estatuto divino pode livrar aquela e outras meninas que fazem parte do submundo das drogas. Precisamos orar pela juventude que está perdida, mas é necessário também que a nossa sociedade aprenda a colocar em prática o texto de Provérbios 22.6, que diz: Instrui o menino no caminho que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele. Observe-se a expressão no caminho. Ela significa que devemos ensinar ao filho no dia a dia, enquanto andamos com ele, quando se levanta e quando vai dormir. Dessa forma, teremos a garantia do Altíssimo de que o trabalho não será em vão (I Co 15.58).

Além disso, precisamos despertar para a seguinte realidade: o inimigo tem entrado nos lares porque a porta está aberta, ou seja, os limites estabelecidos por Deus têm sido desrespeitados. Em Mateus 7.24-27, por meio de uma de Suas ilustrações, o Senhor Jesus nos apresenta dois fundamentos para vida e nos leva a pensar sobre qual deles desejamos. Temos sido como o prudente, que ouve e pratica os ensinamentos do Pai, construindo seu lar sobre a Rocha, que é Cristo? Essa casa resiste à chuva forte, à elevação dos níveis dos rios ao redor e ao vento que sopra impiedoso contra ela. Ou somos como o insensato, que ouve a Palavra e até se alegra, mas vive dando desculpas para não praticá-la, como: "Não tenho paciência  com este menino", "Perdoar, de novo? Não!", "Vá para lá, pois estou assistindo à minha novela".

O texto de Provérbios 14.14 diz: Dos seus caminhos se fartará o infiel de coração, mas o homem  bom se fartará de si mesmo. Percebemos que Deus nos deu uma folha em branco na qual escrevemos a nossa história e a de nossa família. Talvez você perceba que cometeu vários erros no decorrer da sua vida; porém, não desanime, pois ainda há páginas em branco. Escreva nela de maneira que, daqui a algum tempo, você possa olhar para trás e dizer: "Glória ao Senhor, que fez a minha família florescer!".

***


Pr. Rogério Postigo é advogado e líder estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus no Rio de Janeiro, tem uma coluna chamada "FAMÍLIA", na Revista Graça/Show da Fé.



Fonte: Revista Graça/Show da Fé 



Nenhum comentário:

Postar um comentário