Tradutor do Blog

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

SAIA DA INDIFERENÇA





Por: Pr. Rogério Postigo


Indiferença, segundo o Dicionário Houaiss, é o mesmo que falta de interesse, de atenção, de cuidado, de consideração; descaso; desdém. No caso do cristão, denota insensibilidade, principalmente, ao ouvir a voz divina e não atendê-la.

O Senhor tem um propósito em cada vida e quer cumpri-lo, haja vista o que a Palavra diz: Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós (João 15.16a). Como o Pai nos escolhe? À medida que respondemos ao que ouvimos dEle com atitudes e mudanças. Nesse momento, Ele nos escolhe; então, saímos da indiferença. Foi o que Deus fez com três mulheres na Bíblia: Maria, mãe de Jesus, Ester e a pecadora que derrotou unguento sobre o Mestre.

Chamado divino - Quando o Altíssimo enviou um anjo a chamar Maria para gerar o Salvador prometido (Lucas 1.26-38), ela respondeu positivamente, dizendo: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra (Lucas 1.38a). Ela poderia ter dito que não estava preparada para ser mãe solteira ou para ficar mal falada pelos vizinhos, já que apareceria grávida e nem todos acreditariam em sua gestação sobrenatural. Também poderia ter alegado que estava com a vida toda programada, que desejava ter um filho com a parteira mais famosa da localidade em uma casa confortável etc. Porém, ela não pensou em seus sonhos ou planos, mas simplesmente disse "sim", saindo da indiferença para fazer a diferença. Se Maria não tivesse respondido positivamente, o Senhor teria de procurar outra pessoa para cumprir Seu plano na Terra.

Outra mulher que também atendeu à convocação divina foi Ester (Ester 4.14-17). Ela preferiu sensibilizar-se e interceder por seu povo, em vez de ficar sentada em um confortável trono, assistindo  à sua destruição. Já parou para refletir que, se o povo de Israel fosse exterminado, Jesus não teria nascido? Ela não tinha essa noção, mas, ao ouvir o chamado no coração para arriscar a sua vida pelos hebreus não pensou duas vezes e disse "sim". Ester sabia que, se fosse à presença do rei sem ser chamada, poderia morrer (Ester 4.11); por isso, conclamou todos a jejuar e orar por ela durante três dias. Ela também saiu da indiferença para fazer a diferença. A terceira mulher era uma pecadora, a qual, conforme a passagem de Lucas 7.36-50, ouviu o Evangelho pregado por Jesus e respondeu ao chamado ao arrependimento. Então, ela entrou onde Jesus estava, na casa de um fariseu, e humilhou-se diante dEle, lavando-Lhe aos pés com suas lágrimas e secando-os com os cabelos. Sua atitude, segundo a Bíblia, foi mais nobre que a do fariseu, de maneira que ela saiu justificada da presença de Cristo, pois muito O amou. Com sua resposta ao chamado divino, aquela mulher recebeu três bênçãos: o perdão dos pecados, a salvação e a paz. E você, o que tem feito para salvar sua família, melhorar o ambiente no trabalho e transformar a cidade em que vive? Reclamação é o que mais ouvimos da maioria das pessoas, mas somos chamados à ação por meio da Palavra. Um dia, o Altíssimo chamou o Missionário R.R.Soares para pregar o Evangelho, e ele abriu mão de seus planos para cumprir os divinos. Se perguntarmos ao Missionário, hoje, se está arrependido, certamente dirá não. Assim também aconteceu com todos os que atenderam à voz do Mestre Jesus. Portanto, responda a Deus hoje, e Ele irá escolhê-lo para sair da indiferença e fazer a diferença!


Pr. Rogério Postigo é advogado e líder estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus no Rio de Janeiro, e tem uma coluna chamada 'FAMÍLIA', da Revista Graça/Show da Fé.


Fonte: Revista Graça/Show da Fé

Nenhum comentário:

Postar um comentário