Tradutor do Blog

domingo, 30 de setembro de 2012

NÃO DEIXE PARTIR A SUA GLÓRIA

E da filha de Sião foi-se toda a sua glória; os seus príncipes ficaram sendo como corços que não acham pasto e caminham sem força na frente do perseguidor.

                                                                                                       LAMENTAÇÕES: 1.6


A guerra da santidade é séria. Muitos têm perdido algumas batalhas e estão praticamente nas mãos do inimigo. No entanto, a guerra ainda não acabou, e quem tiver juízo e amar a felicidade deve abandonar o caminho do erro. O Senhor nos adverte a não amarmos o mundo nem o que há nele (1 Jo 2.15). Se isso não fosse de grande importância, o Altíssimo não nos teria feito essa advertência. A sua felicidade eterna está condicionada a uma separação do mundo.

Quando o Senhor o salvou, Ele lhe deu uma glória (Jo 1.16; 17.22). Desse modo, você pode representá-Lo  realizar a obra dEle e ocupar a sua posição em Jesus. Além disso, com o poder divino, você é mais forte e poderoso do que todas as forças do inferno. Entretanto, se não vigiar, poderá ser assolado, assim como aconteceu com o reino de Judá; dessa maneira, perderá a glória que o Senhor lhe concedeu. O que lhe restará será saudade, vontade de vencer e muitas iniciativas que nunca vingarão.

Judá perdeu toda a glória. Aos poucos , aquele povo foi sendo despido de suas prerrogativas e, em vez de reconhecer seus erros e buscar o perdão divino e restauração da sua posição espiritual, conformou-se com os males que o acometeram. Então, chegou o momento em que não restava mais nada da linda capacidade espiritual com a qual havia sido vestido; por isso, o inimigo pôde levar seus filhos para o cativeiro.

Os príncipes do povo de Deus que faziam a obra com afinco e agradavam o Senhor, mas deixaram de se alimentar-se do Pão dos Céus, passaram a caminhar como animais sem forças. Esse é o retrato da vida de muitos que, apesar de ter sido vencedores, deixaram se levar pela vaidade, ficando ao alcance do predador! Se continuarem a viver irresponsavelmente, sem comunhão com o Senhor, em pouco tempo não existirão mais.

O prejuízo é não  apenas deles, mas também de tantos que, em razão da glória que habitava neles, seriam libertos das forças do mal. Deus está convidando-nos a voltar ao primeiro amor. Se você estiver aos seus pés, sua glória será restaurada, poi os dons que Ele lhe concede são irrevogáveis (Rm 11.29 -ARA). Ele lhe escolheu para ser um canal de benção, e não de maldição. Mesmo que você tenha ido longe demais, volte correndo. Este é o momento de o Senhor libertá-lo de toda a opressão.

Judá se afastou de quem era a sua Proteção. Além disso, mesmo o Senhor tendo insistido, Seu povo preferiu acreditar no mentiroso (Jo 8.44). Agora, no cativeiro, eles abriram os olhos e viram o quanto foram estúpidos, mas já era tarde demais. Antes que a porta se feche, a luz se apague e você acorde no abismo sem fundo, volte para os braços que lhe darão eterna felicidade.


Em Cristo com amor, R.R.Soares






Mensagem publicada pelo site: ongrace.com


Fonte: Portal Ongrace

Nenhum comentário:

Postar um comentário