Tradutor do Blog

terça-feira, 18 de setembro de 2012

CONSELHOS DOS FRACOS

Então, sua mulher lhe disse: Ainda reténs tua sinceridade? Amaldiçoa a Deus e morre.

                                                                                                                               JÓ: 2.9


Nem todas as pessoas merecem que lhes demos ouvidos, pois, se assim o fizermos, elas nos farão um mal muito grande. Isso pode ocorrer dentro da família, com os amigos mais chegados e na igreja, inclusive com pessoas reputadas como servas de Deus. Na verdade, se todo o homem é tido como mentiroso e só o Senhor é verdadeiro, a melhor coisa a fazer é não atentar para os conselhos humanos, e sim para os do Pai celeste.

A saga de Jó é uma das mais tristes e lindas ao mesmo tempo. Quem a ler sem prestar atenção nos detalhes chegará a culpar a Deus por ter ouvido o que o diabo lhe falou. Mas a verdade é que tudo o que o homem plantar colherá (Gl 6.7). Jó era, de fato, íntegro, reto, temente ao Senhor e se desviava do mal. Porém, sem que percebesse, deixou o demônio colocar o medo em seu coração, e essa foi a causa de todo o seu infortúnio.

Não há maldição sem causa (Pv 26.2). Se, em sua vida, algo errado está sucedendo, procure a razão disso. Diante desse autoexame, ao descobrir o que deu ao maligno condições de oprimi-lo, acerte-se com o Senhor e com quem você ofendeu, pois só assim conseguirá fechar a porta para o inimigo. No entanto, enquanto estiver calado, sua estrutura se enfraquecerá. A Bíblia declara: o que encobre as suas transgressões nunca prosperará (Pv 28.13a).

O sofrimento do patriarca era intenso. De início, ele não entendia o que se passava. Sua mulher agiu como louca ao lhe propor amaldiçoar o Senhor e morrer (Jó 2.9). Certas pessoas acreditam que a morte seja o fim do sofrimento, mas, em muitos casos, ao morrer é que o verdadeiro sofrimento começará. Que tolo conselho! Como poderia alguém amaldiçoar Aquele que dá a benção? Jó deveria tê-la mandado se examinar.

Da boca de pessoas que não andam em Espírito podem sair as piores orientações. Por isso, não caia na tentação de procurar ajuda de fora da Palavra. Somente o Senhor é capaz de prestar socorro verdadeiro, pois, além de ser santo, Ele conhece todas as coisas e jamais nos ensinaria o que nos causasse prejuízo. Se Jó tivesse prestado atenção a tudo o que o Altíssimo disse, não teria deixado o medo dominá-lo.

Os fracos jamais deveriam aconselhar alguém sobre o que Deus revela, pois de uma fonte amarga não poderá sair água boa (Tg 3.11). Quem não tem o Espírito Santo não está vencendo as tentações; logo, este indivíduo poderá causar um grande mal à pessoa que ele propõe ajudar. Mesmo quem está em comunhão só deve abrir a boca se receber algo do Senhor para entregar.



Em Cristo com amor, R.R.Soares







Mensagem publicada pelo site:  ongrace.com


***
(Postado por: MARCOS MARCELINO)
















Fonte: Portal Ongrace






Nenhum comentário:

Postar um comentário